Enquanto praticamente todos os seus concorrentes se exibiam em versões esportivas, o Toyota Yaris, irmão refinado do Etios, assitia a tudo de camarote. Demorou, mas valeu a pena, já que o inédito Yaris esportivo é mais potente que todos os seus rivais.

Ainda sem nome oficial divulgado, que pode ser Yaris TRD (nome da divisão esportiva da Toyota) ou Yaris High Performance, o hot hatch japonês vem equipado com motor 1.6 quatro cilindros turbo de 210 cv, derivado do modelo de rally. Estes números fazem do Yaris o hot hatch compacto mais potente do mercado, superando Renault Clio RS 200 e Ford New Fiesta ST200, ambos com 200 cv.

A versão esportiva se diferencia pelas tramas verticais mais finas na enorme grade frontal, frisos, rodas de liga-leve, teto e retrovisores pretos, para-choque traseiro esportivo com saída de ar central e um generoso aerofólio, além dos espalhafatosos adesivos nas portas e capô. Esta variante apimentada do Yaris será oferecida somente na versão duas portas.

Aproveitando o lançamento da versão esportiva, a Toyota deu um pequeno tapa no visual do Yaris. Esta é a segunda vez que a terceira geração do hatch, lançado em 2011, passa por mudanças.  Ele perdeu a grade frontal superior o que permitiu que a abertura de ar do para-choque crescesse ainda mais. Os faróis, agora cromados, têm novo filete em LED que acompanha o friso cromado do para-choque.

A traseira foi a que passou por mais mudanças. Antes verticais, as lanternas assumem a posição horizontal e invadem boa parte da tampa do porta-malas. Com desenho inspirado no Corolla, elas usam filetes de LED para luz de posição e seis diodos para luz de freio. Já a cabine não sofreu alterações. Mecanicamente não há mudanças mas a Toyota, pela primeira vez, oferecerá a versão híbrida do Yaris no Japão (onde é chamado de Vitz).

DEIXE UM COMENTÁRIO

Digite seu comentário
Insira seu nome aqui