Para apagar o estigma de carro sem graça, a Toyota deu doses cavalares de ousadia para a nova geração do Camry. O resultado beira o exagero típico dos Lexus, mas o resultado não é desagradável, apenas forte.

Exemplo disso é a colossal abertura de ar na dianteira que, surpreendentemente, é mais contida e harmônica na versão Sport. Na traseira, o Camry ganhou lanternas espichadas com falsas aberturas de ar acompanhando. Algumas versões podem receber teto com cor contrastante. Ousado para um sedã grande, não?

O Camry 2018 será vendido nas versões LE, XLE, SE e SXE, sendo apenas as duas últimas com pacote Sport disponível (com o visual do Camry vermelho). A cabine é luxuosa, com madeira e couro para todo lado. Mas assim como o exterior, tem sua dose de ousadia com o elegante formado do console central que cria uma área individual para o motorista. Generoso, o teto solar panorâmico deixa a cabine ainda mais moderna.

A Toyota promete que esta geração do Camry será a mais divertida e atlética de todas. Isso foi possível graças a plataforma TGNA, a mesma usada por Prius e C-HR, com maior rigidez e centro de gravidade mais baixo. A gama de motores é composta pelo 3.5 V6 com injeção direta e pelo 2.5 quatro cilindros a gasolina, que também é usado pelo modelo híbrido. Especificações de potência não foram divulgadas. Os modelos a gasolina usam transmissão automática de oito marchas enquanto o híbrido vai de CVT.

O novo Toyota Camry conta com o que há de mais moderno disponível para sedãs grandes, incluindo controle de cruzeiro adaptativo, assistente de manutenção de faixa, detector de pedestres, sistema de manutenção em faixa e, como opcional, assistente de trafego cruzado, detector de ponto cego, sonar inteligente e câmera Bird-eye com scaner perimetral.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Digite seu comentário
Insira seu nome aqui