A Subaru deixou para o Salão de Detroit a estreia da primeira reestilização do sedã esportivo WRX após sua emancipação da família Impreza. O modelo, que está sem concorrentes diretos deste a morte do Mitsubishi Lancer Evolution, também ganhou melhorias mecânicas e no interior.

A dianteira tem novo para-choque com entradas de ar maiores e agressivas. Há ainda luzes de LED direcionais a partir da versão Limited do WRX e todas do WRX STi. A grade frontal ficou mais baixa e larga, com destaque para os contornos mais agressivos. Abertura de ar do capô também cresceu. Por dentro, o WRX ganhou novas maçanetas, porta-copos traseiros e computador de bordo com tela ampliada para 5.9 polegadas.

Em termos mecânicos há novidades tanto para o WRX quanto para o WRX STi. Ambos agora contam com novos sincronizadores do câmbio, permitindo trocas mais precisas, assim como nova direção elétrica com respostas aprimoradas. O STi ainda recebeu o novo Driver Controlled Center Differencial que passa a atuar apenas eletronicamente no diferencial do sedã, permitindo respostas mais rápidas e suaves. Novas rodas aro 19 e freios Brembo melhorados fecham o pacote de novidades.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Digite seu comentário
Insira seu nome aqui