A Fiat está confiante na atualização da sua gama de produtos. Desde meados do ano passado, a marca que contava com grande portfólio de modelos, hoje tem sua linha reduzida, contudo mais focada.

Após o sucesso da Fiat Toro e do recém-lançado Fiat Argo, a Fiat volta a focar em novas ideias que parecem um pouco estranhas mas vamos tentar explicar tudo aqui.

A linha atual

Depois da saída de modelos como Punto, Linea e Bravo devido a chegado do Argo, a Fiat passa a oferecer entre os veículos de passeio o Mobi, Uno, algumas versões do Palio, Grand Siena, Strada, Toro e o obsoleto Doblò.

A estratégia da marca é que o Argo substitua grande parte da linha Palio, Punto e Bravo. No início do projeto, o X6H gerou o hatch e existe o X6S que dará vida a versão sedã do Argo que chegará até o final deste ano.

A ideia é fazer algo como aconteceu com Palio e Grand Siena na época em que foram lançados, onde o X6S terá outro nome e seguirá uma carreira a solo mesmo partilhando grande parte dos seus componentes. Ainda dentro do projeto Argo, existiu o projeto X6P que daria vida a uma nova Strada, maior que a atual e menor que a Toro. A ideia seria uma picape cabine dupla com 4 portas mas que pudesse viver junto com a Toro mas por questões de custos, essa nova “Stradona” foi cancelada e é aí que entra a picape do Mobi.

Picape Mobi (Projeto X1P)

Segundo informações exclusivas dos nossos amigos do Autos Segredos, a Fiat já está preparando novidades em sua linha de picapes. Além de uma renovação profunda na atual Strada a marca deve apresentar em 2019 uma picape menor baseada no Mobi.

Como sabemos o Mobi utiliza boa parte da estrutura do novo Uno/Fiorino, ou seja, já existe uma estrutura para uma picapinha de carga que não custaria muito produzi-la.

Quanto ao design, fontes confirmaram que a frente será de Mobi mas a traseira e a lateral ainda não foram definidas. Para ilustrar essa ideia, preparamos uma projeção do que podemos esperar da picape Mobi. Pensamos numa versão “Working” de cabine simples e voltada para o trabalho. Essa ideia trás para-choques em plástico preto e uma grade diferenciada – mais simples – conforme a Fiat faz na atual linha Strada.

Também sem confirmação, espera-se que a picape Mobi receba o motor 1.3 Firefly que rende 101 cv e 13,7 kgfm (gasolina) e 109 cv e 14,2 kgfm (etanol) e tenha câmbio manual de cinco marchas e ainda o automatizado GSR.

Por ora, nos resta acompanhar de perto a evolução deste projeto.

 

DEIXE UM COMENTÁRIO

Digite seu comentário
Insira seu nome aqui