O Renault Captur, novo SUV compacto com o qual os franceses pretendem encarar os modelos mais sofisticados do segmento, chega aos concessionários da marca de todo o país a partir de 10 de março, com preço inicial de R$ 78,9 mil (embora já seja possível fazer o test-drive e encomendar a versão topo de linha nas lojas).

Renault CAPTUR 2017. Foto: Rodolfo Buhrer / La Imagem / Renault

Com desenho atraente, acabamento mais caprichado e uma lista de equipamentos de série bem recheada, o Captur vem para ocupar posição acima do Duster no portfolio da Renault.

Visualmente, o Captur se destaca pelas linhas mais fluidas e elegantes, seguindo um padrão estilístico mais refinado, adotado pelos Renault europeus. Na dianteira, chamam atenção os faróis mais alongados, que fazem conjunto com a grade típica da marca, e as luzes diurnas nas extremidades do para-choque. Nas laterais, a linha de cintura alta e os para-lamas traseiros mais volumosos transmitem robustez. A traseira é caracterizada pelas lanternas iluminadas por LEDs e o friso cromado horizontal que reforça a largura do carro. São oferecidas 13 combinações de cores, incluindo 9 combinações em dois tons: o teto pode ser preto ou marfim, e a carroceria pode ser preta, branca, marrom, laranja, marfim, vermelha, prata ou cinza.

No interior, o painel tem desenho simples e agradável, com quadro de instrumentos de aparência bastante moderna, associando o velocímetro digital a displays em formato de meia-lua de cada lado. O computador de bordo digital é visualizado logo acima do conjunto. Ao centro, destaque para a tela sensível ao toque do sistema multimídia Media Nav.

Renault CAPTUR 2017. Foto: Rodolfo Buhrer / La Imagem / Renault

Uma característica do Renault Captur é a posição de dirigir elevada, a mais alta entre os SUVs concorrentes.

A lista de equipamentos e itens de segurança é extensa. Desde a versão de entrada, agora chamada de Zen, com preço de R$ 78,9 mil, o Captur oferece direção eletro hidráulica, controle de estabilidade e tração, assistente de arrancada em rampas, chave-cartão que não precisa ser manuseada para dar a partida, 4 airbags, sistema Isofix de fixação de cadeiras infantis, retrovisores elétricos retráteis, controle automático de velocidade, sensores de ré e rodas de 17 polegadas. Opcionalmente, esta versão pode vir equipada com Media Nav, câmera de ré e pintura bicolor. A versão topo de linha, Intense, pelo preço de R$ 88.490, traz de fábrica ar-condicionado automático, câmera de ré, farol com sensor para atendimento automático, sensor de chuva, luzes auxiliares que se acendem ao virar o carro e central multimídia Media Nav. Opcionalmente a versão intense oferece bancos revestidos parcialmente em couro e pintura em dois tons.

Renault CAPTUR 2017. Foto: Rodolfo Buhrer / La Imagem / Renault

Sob o capô, a versão Intense traz motor 2.0 16V de 148 cv (etanol), acoplado a um câmbio automático de 4 velocidades, enquanto, a versão de entrada Zen, vem equipada com o novo motor 1.6 SCe de 120 cv (etanol).

– Confira as impressões ao volante do Renault Captur

 

 

 

DEIXE UM COMENTÁRIO

Digite seu comentário
Insira seu nome aqui