O segmento dominado por Honda HR-V e Jeep Renegade terá uma forte ofensiva de dois novos concorrentes em 2016: o reestilizado e agora turbinado Chevrolet Tracker e o inédito Hyundai Creta. Produzido no Brasil ao lado do HB20, o SUV coreano será vendido em cinco versões com duas opções diferentes de motorização.

[interlinks]

As opções de entrada serão supridas pelo motor 1.6 Gamma quatro cilindros Flex com 130 cv e 16,5 kgfm de torque. O motor é o mesmo usado pelo irmão HB20, porém com comando de válvulas variável na admissão e no escape, além de sistema de partida a frio. As opções topo da gama usam o motor 2.0 Nu quatro cilindros flex do Elantra, com a adição de duplo comando de válvulas e partida sem tanquinho – a potência é de 166 cv e o torque bate os 20,5 kgfm

Hyundai Creta [2]

Ambos contam também com sistema start-stop para economia de combustível. Transmissão manual de seis marchas fica apenas para o Creta 1.6, mas tanto o motor de menor litragem quanto o 2.0 podem ser equipados com câmbio automático de seis marchas. Neste departamento não há nenhuma novidade já que a caixa é a mesma usada por outros modelos da linha Hyundai.

Hyundai Creta [3]

A gama de versões do Creta começa com a versão Attitude manual de R$ 72.990 equipada com direção elétrica, rodas aro 16, ISOFIX, monitoramento de pressão dos pneus, ar-condicionado manual, vidros e retrovisores elétricos, volante com regulagem de altura e central multimídia com tela de 3,8 polegadas. Exclusiva para deficientes físicos, a versão Attitude automática é oferecida por R$ 69.990.

Hyundai Creta [5]

No patamar acima, a versão Pulse com motor 1.6 associado câmbio manual de R$ 78.290. Ela vem equipada com controle de tração e estabilidade, assistente de partida em rampa e sensor de estacionamento. Com câmbio automático, a versão Pulse sobe para R$ 85.240 e ainda ganha rodas diamantadas aro 17, grade frontal cromada e controle de cruzeiro com comandos no volante.

Hyundai Creta [6]

A gama de versões com motor 2.0 começa na versão Pulse de R$ 92.490 que, além dos itens da Pulse 1.6 AT, conta ainda com luzes diurnas de LED, faróis com bloco elíptico, luzes de neblina com sistema Corning Light, saída de ar traseira, vidros elétricos one-touch e com abertura total pela chave. Por fim, o Creta Prestige, vendido apenas com motor 2.0 e câmbio automático, sai por R$ 99.490 e vem equipado com seis airbags, bancos em couro marrom, acendimento automático dos faróis, chave presencial, computador de bordo ar-condicionado digital, banco dianteiro com ventilação, central multimídia BlueNAV de 7 polegadas com câmera de ré, GPS, Android Auto e Apple CarPlay.