Apesar de ter falhado no Brasil com a picape pequena Hoggar, a PSA não desistiu do segmento de picapes. A Peugeot será a responsável por recolocar o grupo neste disputado, e crescente segmento, que, recentemente, teve a adição da primeira francesa, a Renault Alaskan.

[interlinks]

Dongfeng Rich

A picape Peugeot, originalmente cotada para ser uma variante da Toyota Hilux, será desenvolvida em parceria com a chinesa DongFeng, uma das sócias da PSA. Atualmente a Dongfeng possui a picape Rich (foto acima) em seu portfólio: ela é derivada da antiga Nissan Frontier e não deve ser usada como base para a picape média da Peugeot.

autowp.ru_peugeot_hoggar_xr_5

O que está confirmado, no entanto, é que a picape será produzida na Tunísia, norte da África, para atender a demanda local. Por lá, serão feitas apenas 1.200 unidades por ano em uma fábrica nova que ficará pronta no fim de 2017. Além da Tunísia, a picape do leão será feita em Sochaux, França. Ela poderá também ser produzida na Argentina, para abastecer o mercado sul-americano. Uma futura variante Citroën também é esperada.