Com visual e desempenho mais afiados, o Peugeot RCZ R Bimota é o resultado da união entre a montadora francesa e a fabricante italiana de motos esportivas. Também chamado por PB104, onde “P” e “B” representam as iniciais de Peugeot e Bimota, o “1” o número do projeto (no caso, o primeiro) e “04” o número de rodas do veículo (uma vez que a italiana só fabrica modelos de duas rodas), o cupê foi apresentado na Itália, durante uma tradicional exposição de motocicletas de Verona.

Siga o AUTOPOLIS no Facebook
Leia mais notícias sobre a Peugeot

Por fora, o visual do RCZ R é complementado pela clássica combinação de cores da Bimota para competições, como vermelho, branco e preto – isso sem falar da bandeira italiana. As rodas, calçadas por pneus de perfil baixo, recebem acabamento em preto e borda vermelha. Já por dentro, há couro Alcântara, detalhes, como costuras dos bancos e do volante em vermelho, além de duas câmeras GoPro e um sistema multimídia. Para deixar clara a parceria, os bancos traseiros são substituídos por uma caixa revestida em couro levando dois capacetes.

Na mecânica, além de acertos nos freios e na suspensão (que ficou 10 mm mais baixa), o RCZ R Bimota ganhou reprogramações no já conhecido motor 1.6 THP, como remapeamento, novo sistema de escape e uma nova válvula para o turbo, que elevaram sua potência para 304 cv, enquanto o modelo padrão tem 270.