A nova geração do SW4, o SUV derivado da picape Hilux, acaba de desembarcar no Brasil. Seguindo o exemplo de sua irmã, o novo Toyota ficou mais sofisticado, refinado, moderno e caro. As mudanças são impactantes tanto por dentro, quanto por fora e, a Toyota garante, também ao rodar. Em breve você confere as impressões completas do novo Toyota SW4.

[interlinks]

Houve também uma maior independência visual do SW4 em relação à Hilux, sendo apenas a porta dianteira a única peça externa compartilhada entre a dupla. Os faróis ficaram afilados e agora tem LEDs diurnos e bloco elíptico. Acima deles, fica uma pequena pestana cromada que passa pela grade toca a abertura de ar inferior, trazendo elegância.

A linha de cintura do novo SW4 ficou mais alta, com grande destaque para a linha irregular do vidro, que ganha um ressalto próximo do fim da porta traseira. Diferentemente do modelo anterior, todas as janelas da lateral se integram visualmente, sem mais a divisão na coluna C. O vidro traseiro largo é ligado à terceira janela lateral por um aplique plástico.

2015 Reveal of All New Toyota Fortuner. (Crusade pre-production model shown)

As lanternas traseiras ficam mais altas, finas e compridas, sendo complementadas por um friso cromado. Elas são constituídas em LED com dupla função, eliminando o visual simplório de carro tunado do modelo antigo. O aerofólio e o para-choque parrudo ajudam também a compor o visual. A carroceria ficou cerca de 38% mais rígida e a suspensão traseira foi baixada em 20 mm.

2015 Reveal of All New Toyota Fortuner. (Crusade pre-production model shown)

Por dentro, o SW4 deu um salto em qualidade e agrada mais que a própria Hilux. A cabine tem duas grossas barras verticais que separam o console do restante do painel. Diferentemente de sua irmã, a central multimídia fica integrada ao restante do painel, sem parecer um tablet. O SUV ainda foi agraciado com madeira no console central e no volante, reflexo de sua sofisticação na tentativa de arranjar briga com Land Rover Discovery Sport e Hyundai Santa Fé.

2015 Reveal of All New Toyota Fortuner. (Crusade pre-production model shown)

Há diversas regalias no interior, como tomada de 110v, ar-condicionado com duas zonas com saídas independentes para cada fileira de bancos e bastante espaço. O novo sistema de rebatimento dos bancos da terceira fileira permitiu um novo layout para as bagagens. Os assentos podem ser dobrados para a frente ou recolhidos lateralmente, liberando o piso plano do porta-malas que conta com abertura elétrica da tampa como item de série. A Toyota também aumentou o espaço nos bancos traseiros em 16 mm para a segunda fileira e 45 para a terceira.

Toyota Hilux SW4 Interior Fortuner 41]

As opções de motores são duas, a começar pelo modelo de entrada com motor V6 4.0 de 238 cv e 38,3 kgfm de torque a gasolina (a Toyota diz a versão Flex chega no segundo semestre). Com consumo de 6 km/l na cidade e 7,3 km/l na estrada, o modelo V6 que parte de R$ 205.000 deverá responder por apenas 5% das vendas. A segunda opção é o motor 2.8 diesel com 179 cv e 45,9 kgfm de torque com consumo de 9 km/l na cidade e 10,5 km/l na estrada. Com esta motorização, os preços são R$ 220.000 para a versão com cinco lugares e R$ 225.000 para a opção sete lugares (que deverá ser a mais vendida com 75% de participação)

Toyota Hilux SW4 Interior Fortuner [2]

Independentemente do motor escolhido, a transmissão é automática de seis marchas. Os itens de série são comuns a todos os modelos, tais como assistente de partida em rampa e assistente de descida (HAC e DAC), 7 airbags, controle de tração e estabilidade, diferencial de deslizamento limitado, assistente de reboque, central multimídia com 7 polegadas e DVD, Paddle Shift, segundo porta-luvas refrigerado e painel de instrumentos com tela TFT de 4 polegadas.

De Itupeva, a convite da Toyota.