O Inmetro (Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia) divulgou a classificação geral dos 587 modelos/versões das 36 fabricantes inscritas no Programa Brasileiro de Etiquetagem Veicular (PBEV) de 2015, que mede a eficiência energética de cada veículo participante. Os modelos são classificados de A (mais eficiente) a E (menos eficiente), índices que serão expostos na Etiqueta Nacional de Conservação de Energia (ENCE) junto de outras informações como a autonomia em km/l na cidade e na estrada, além da emissão de gás efeito estufa (CO2) e gases poluentes.

Siga o AUTOPOLIS no Facebook

De acordo com o instituto, o número de modelos participantes aumentou 18,4% em relação à edição de 2014, enquanto os subcompactos com nota A estão 10% mais eficientes que no período passado. Vale ressaltar que a adesão ao programa é voluntária.

Com isso, AUTOPOLIS reuniu os 15 modelos com melhor colocação no quesito de menor consumo energético. Os critérios utilizados para seleção se baseiam em diferentes modelos, motorizações e transmissões, desconsiderando versões de acabamento. Além disso, foi considerado o consumo médio no ciclo urbano e rodoviário, para etanol e gasolina. Confira abaixo:

 

Mostrando a que vieram, os principais modelos híbridos presentes no mercado brasileiro foram os campeões de 2015 com o menor consumo energético. Entre os três primeiros estão, respectivamente, Ford Fusion Hybrid, com índice de 1,32 MJ/km, Toyota Prius, com 1,40 MJ/km, e Lexus CT200h, com 1,41 MJ/km.

Em seguida, o ranking é dominado pelos compactos com motor 1.0 Renault Clio, Volkswagen Up (em suas quatro configurações), Ford Ka (e Ka+), Nissan New March e New Versa. O Smart Fortwo aparece duas vezes, com suas motorizações 1.0 e 1.0 turbo, enquanto o Fiat Uno, em 7º lugar, é o único com propulsor 1.4.

O Conpet disponibiliza, em seu site, uma pesquisa dedicada aos consumidores, que pode ser feita por modelos e/ou motorizações. Quem desejar consultar o consumo oficial de seu veículo, ou até mesmo a lista completa, pode fazê-lo clicando aqui.

ENTENDA A ETIQUETA NACIONAL DE CONSERVAÇÃO DE ENERGIA (ENCE)

Etiquetagem