De acordo com o site Indian Autos Blog, a reestilização do Honda City deverá ser fortemente influenciada pelo irmão mais velho Accord. Por conta do posicionamento mais conservador do sedã derivado do Fit, a ousadia entre os três volumes da Honda ficará a cargo apenas do Civic.

[interlinks]

Segundo informações levantadas pelo site, o City terá nova dianteira com grade integrada ao conjunto óptico. É possível que, numa hipotética nova versão topo de linha Touring, ele ofereça faróis full LED. Ao menos nas versões comuns, o novo City já terá luzes diurnas de LED em forma de vírgula na lateral do conjunto óptico, como CR-V, Civic e Accord. Na traseira, apenas mudança nas lanternas traseiras que também passam a usar LEDs.

Por dentro, o City terá melhorias expressivas no painel, com direito a superfícies macias ao toque na parte superior. A ideia é melhorar o nível de qualidade percebida do City, já que o sedã compacto esbarra no preço das versões de entrada de muitos sedãs médios. Na Índia ele receberá uma versão melhorada do motor 1.5 quatro cilindros a gasolina e uma nova transmissão manual de seis marchas.

Resta saber se as mudanças mecânicas também serão aplicadas no Brasil, já que o visual será o mesmo. A reestilização do Honda City é esperada para 2017 no Brasil, já como modelo 2018.