Até então o centro da máxima ostentação, Dubai parece estar ficando para trás no que se refere aos carros mais extravagantes. Há poucos meses, uma estudante russa teve imagens de seu Mercedes-Benz CLS cravejado por cristais Swarovski estampadas em jornais de todo o mundo – no final das contas, Daria Radionova, de 21 anos, acabou vendendo o veículo no eBay. A moda, no entanto, pegou e chegou ao Ford Kuga – e não foi na Rússia.

Siga o AUTOPOLIS no Facebook
Leia mais notícias sobre a Ford

Uma concessionária Ford do Reino Unido passou a oferecer, em seu catálogo de opcionais, o revestimento em diamantes para o Kuga, até então um “pacato” SUV. De acordo com o revendedor, o revestimento é fácil de manter limpo, não enferruja e é resistente a riscos, além de dar um “brilhinho a mais”. O trabalho de colocação das mais de um milhão de pedras é feito artesanalmente e leva cerca de dois meses.

Até aí, “tudo bem”, tem quem goste. Mas… será que tem quem pague? No Reino Unido, o preço inicial do Kuga é de 20.995 libras, o equivalente a R$ 82 mil sem adição de impostos. O preço da personalização? Nada menos que 1 milhão de libras, cerca de R$ 3,9 milhões, o suficiente para comprar diversos Lamborghini, Ferrari, Bentley, entre outros superesportivos de alto luxo e sair ostentando tanto quanto. Nós realmente esperamos que não passe de uma pegadinha.