A obrigatoriedade do extintor do tipo ABC nos veículos foi novamente adiada. O Conselho Nacional de Trânsito (Contran) postergou para 1º de julho o prazo para os motoristas instalarem o equipamento.

Siga o AUTOPOLIS no Facebook

Inicialmente prevista para 1º de janeiro, a exigência do extintor veicular do tipo ABC já tinha sido postergada uma vez para 1º de abril, devido à falta do produto nas lojas, o que impossibilitou aos motoristas atenderem à norma legal.

A Contran justificou o novo atraso alegando, novamente, a falta do equipamento no mercado. A solicitação para o novo adiamento foi feito pessoalmente pelo ministro das Cidades, Gilberto Kassab.

A multa prevista para quem não tivesse o extintor ABC instalado no veículo era de R$ 127,60, além de contabilizar cinco pontos na habilitação. Esse tipo de extintor é mais eficiente ao debelar chamas em estofados e painéis, superfícies em que o tipo BC era ineficaz.