A partir da decisão do governo da Alemanha de não produzir mais veículos movidos à combustão no país a partir de 2030, as montadoras já pensam em novas opções de veículos sustentáveis e funcionais. Em sua reunião anual, o conglomerado Daimler AG, detentor da Mercedes-Benz e Smart planeja dez novos modelos elétricos até 2022.

Para isso, serão investidos cerca de dez bilhões de euros em projetos de novos veículos, média de dois novos veículos por ano no mercado, além da manutenção das pesquisas de atualizações para modelos híbridos já presentes nas ruas do país. Vale lembrar que na Alemanha não há a opção de veículos com motorização a álcool, uma primeira alternativa para a redução dos níveis de gases emitidos.

As possíveis novidades no mercado anunciadas pela Daimler não se restringem a veículos de passeio ou utilitários, uma vez que o conglomerado oferece de hatchbacks a caminhões e ônibus, tendo assim uma vasta gama de possibilidades.

A partir de 2030 os novos modelos a saírem de fábrica deverão ser elétricos. Porém, quem possuir um veículo movido à combustão poderá rodar com o mesmo até 2050.

 

DEIXE UM COMENTÁRIO

Digite seu comentário
Insira seu nome aqui