Você pode estar se perguntando o porquê das aspas neste título. A resposta é simples, apenas olhe para o Citroën CXPerience: apesar da traseira levemente avantajada, ele está longe de ser um sedã, aliás, como um DS 5, é praticamente impossível classificar qual é o seu tipo de carroceria.

[interlinks]

Para a Citroën, o CXperience é a interpretação da nova linguagem visual da marca no segmento em que estão presentes modelos como Volkswagen Passat e Honda Accord. Com 4,85m de comprimento, 2m de largura e apenas 1,37m de altura, o conceito impressiona pelo porte e pelo enorme entreeixos de 3m que privilegia o espaço interno.

Citroën CXperience [12]

Como todo bom Citroën, até os detalhes tem doses cavalares de ousadia. A dianteira conta com faróis que replicam o logotipo da marca e dividem-se em duas metades. No para-choque, uma abertura de ar que parece rasgar a peça abriga novos pontos de iluminação. Entradas de ar inferiores tem peças móveis para melhorar a aerodinâmica.

Citroën CXperience [11]

Contrastando com o capô longo, a traseira curtinha exibe lanternas com efeito 3D e prolongamentos até a caixa de roda. Diferentemente do usual, o vidro traseiro é panorâmico e interligado ao teto de vidro. Rodas de liga-leve com 22 polegadas e acabamento diamantado completam o conjunto.

Citroën CXperience [7]

Por dentro, a Citroën usou uma combinação de couro amarelo com madeira, deixando o ambiente refinado e, ao mesmo tempo, com o típico toque de ousadia da marca. Volante quadrado e telas que fazem as vezes de painel de instrumentos deixam tudo mais futurista.

Base de donnée : Astuce Productions

O CXperience é um modelo híbrido que utiliza um motor turbo (não divulgado se 1.2 PureTech ou 1.6 THP) associado a um elétrico que, em conjunto, produzem entre 250 cv e 300 cv. Ele conta ainda com o Citroën Advanced Comfort, um sistema de suspensão com componentes hidráulicos e espumas extra macias nos bancos, que juntos, prometem conforto de rodagem digno de Rolls-Royce.