Pode chamar de economia de escala ou de criatividade, mas muitos carros, especialmente os mais baratos, são multiplicados em inúmeras variantes diferentes. Exemplo aqui no Brasil snão faltam: Palio e Gol que deram origem a versões sedã, picape e perua, além do hatch original.

[interlinks]

Às vezes, outras variantes, um pouco esquisitas para os brasileiros, são vendidas lá fora. Conheça agora cinco exemplos.

Fiat Albea

Quando o Palio recebeu sua primeira reestilização, ele ganhou a companhia de um segundo sedã, bem diferente do Siena que todos conhecemos. O Albea surgiu na Europa como um sedã médio: ele tinha entreeixos alongado (evidenciado pela distância entre o fim da porta original do Siena e a caixa de roda traseira), vidro traseiro mais reto e traseira esquisita. Durou de 2002 até 2012, sendo substituído pelo Linea.

Ford Figo Aspire

Receita de como criar um Ford Figo Aspire: pegue um Ford Ka+, encurte sua traseira até que o comprimento total do carro chegue à 4m, mude o volante para o lado direito e adicione uma pitada de detalhes diferentes. Vendido apenas na Índia por conta dos benefícios fiscais para carros com menos de 4 metros de comprimento, esta variante do Ford Ka fica ainda mais estranha ao lembrar que o nome Figo era usado para a versão indiana do Fiesta Rocam.

Honda Fit Shuttle

A Honda nunca escondeu a vocação familiar do Fit, por isso, oferece em alguns mercados o que poderíamos chamar de Grand Fit, ou talvez Fitzão. A Fit Shuttle, versão perua do hatch/minivan, em sua primeira geração (derivada da segunda do Fit), contava com para-choques dianteiros esportivos como diferencial. A traseira truncada era um tanto desproporcional. Na atual geração, o nome Fit foi suprido, e a dianteira agora é exclusiva. Melhorou muito, mas a linha dos vidros ainda é esquisita.

Dacia Logan MCV e Logan Pick-up

A perua Logan chegou à segunda geração muito mais bonita, diferentemente da primeira encarnação. A Logan MCV era um meio termo entre uma perua e uma minivan com portas traseiras divididas como em um Fiat Fiorino e teto elevado. Não é um primor de estilo. Já a picape Logan, vendida em alguns países com o logo da Nissan, deixou de ser fabricada em 2012 sem deixar sucessores. De acordo com publicações da época, o fracasso da Peugeot Hoggar, fez a Renault desistir de vender a picape aqui no Brasil.

Volkswagen Up

Por mais que o Up pareça idêntico ao europeu, eles são diferentes. O nosso Up é 6,5 cm maior, graças ao entreeixos maior, resultando nas colunas B e C largas. O porta-malas é 64 litros maior e o tanque 15 litros a mais que o europeu. A diferença maior está na traseira: o Up brasileiro tem bancos mais largos que comportam três passageiros e os vidros traseiros descem completamente, enquanto no europeu leva dois passageiros e os vidros basculam, mesmo no modelo quatro portas. Enquanto o Up TSI brasileiro tem tampa do porta-malas preta, na Europa todas as versões contam com tampa inteiriça de vidro. Mas o nosso TSI é 16 cv mais potente que o deles.