Apresentado em 2013, a sétima geração do mítico Chevrolet Corvette (que estará no Salão do Automóvel de São Paulo) chegou cheio de estilo e tecnologia. Contudo, o principal aparato tecnológico e, indiretamente, de segurança, vem causando alguns problemas para a General Motors nos Estados Unidos, já que este infringe uma lei local.

Siga o AUTOPOLIS no Facebook
Leia mais notícias sobre a Chevrolet

O modo Valet foi criado para evitar possíveis transtornos ao deixar o carro na mão de manobristas desconhecidos, ainda mais quando se trata de um Corvette Stingray. Ao entregar o veículo, o proprietário ativa o modo Valet, que passa a gravar em áudio e vídeo tudo que acontece no interior do veículo, bem como registra os dados de desempenho e limita a velocidade. No entanto, uma lei estadunidense restringe gravações de áudio sem permissão.

A infração da lei fez com que a GM desenvolvesse uma atualização para o sistema do veículo que desativa as gravações de áudio, permanecendo as demais funções, inclusive a filmagem, já que estes não contrariam qualquer regulamentação. A atualização deverá estar presente nos próximos Corvette vendidos por lá, e atingirá também os já vendidos, os quais terão que retornar às concessionárias para realizarem o processo.