A Aston Martin e seu CEO, Andy Palmer (que assumiu o posto em 2014) sabem muito bem a importância que os modelos da linha DB têm para a história da marca e também para seus fãs. Afinal, desde o DB1 de 1948, já foram nada menos que 10 modelos com esta sigla. Por isso – e pelo fato de ser o primeiro modelo desenvolvido desde que o executivo assumiu o posto – a atenção com o novíssimo DB11 está nas alturas.

[interlinks]

Aston Martin DB11 [2]

Andy Palmer assumiu a missão de, pessoalmente, verificar as primeiras mil unidades do esportivo britânico. Dando a eles, inclusive, uma pequena plaqueta com sua assinatura na parte superior do motor V12 5.0 de 608 cv e 71,4 kgfm de torque.

Aston Martin DB11 [3]

O belíssimo visual do DB11 representa uma verdadeira revolução na Aston Martin, que, há tempos, fazia carros muito parecidos. O teto em dois tons, as lanternas traseiras extra finas e a carroceria musculosa prometem fazer do Aston Martin DB11 tão marcante quanto seus antecessores, honrando, especialmente o legado do cultuado DB7.