Assim como o Gol, que por muitos anos foi o queridinho do Brasil, a Parati também já ocupou o espaço da peruinha mais querida do mercado. Mas acreditamos que a melhor das Parati, acabou não existindo.

 

Geração 1

Lançada em 1982 a Parati chegava para completar a família de veículos do projeto BX, até então representada pelo Gol, Parati e Voyage, pois a Saveiro chegaria um ano mais tarde. Ainda nessa primeira geração, além de ganhar as ruas de praticamente toda a américa do sul, em 1987, a dona Parati foi exportada também para os Estados Unidos mas rebatizada como Fox Station Wagon juntamente com o sedã Fox (veja aqui). A primeira geração durou até 1996 e contou com pelo menos dois simples facelift que mantiveram a perua na briga.

Geração 2

A Parati de segunda geração chegava em 1996 e meio indecisa se mantinha características do passado ou se partia para novas tendências. Isso é, quando lançada a perua chegava sem a opção de 4 portas. Estranho imaginarmos isso hoje em dia, mas nos anos 80 e 90 a preferência do mercado eram por carro de duas portas. Mas não demorou muito até a versão 4 portas chegar e se consolidar entre o fiel público da Parati. O design nessa segunda geração, continuava seguindo as linhas do Gol Bola, onde as lanternas passavam a contar com elementos semelhantes entre os dois modelos, solução comum entre as marcas nos anos 90.

Geração 3

Há quem diga que a Parati nunca viveu período melhor. A geração 3 trazia requinte e sofisticação nunca antes visto no segmento. Além do belo design externo, com a nova frente apresentada ao Gol em 1999, a Parati mantinha basicamente as mesma linhas na traseira, mas era por dentro a grande evolução. Em 2003 quando o modelo teve a primeira reestilização, ganhou nova traseira que foi inspirada no Golf Variant europeu, o modelo ganhou mais força, porém não durou muito.

Geração 4

Se a geração 3 foi a melhor fase, a quarta geração foi, sem dúvida, o pior momento da carreira dessa veterana. Com a chegada do VW Fox em 2003, a marca tinha como objetivo substituir o Gol e com isso, ao poucos foi dando status ao pequeno novato e tirando o brilho da linha Gol. Quando a SpaceFox foi lançada, a mesma tinha o objetivo de aposentar de vez a Parati. A receita não deu muito certo em substituir o Gol pelo Fox, mas parece ter funcionado para a Parati, que mesmo utilizando o slogan “A Station mais jovem do país”, saiu de linha definitivamente em 2012 para desespero de muitos fãs.

Geração Autopolis

Para quem acompanha o Autopolis, sabe que em 2015 bolamos uma “Nova” Parati (ver aqui) baseada no Gol e Voyage G6, pegando carona com o novo design mundial da marca. E como a gente não gosta de ficar parado esperando, decidimos pegar nas linhas da atual geração do Gol e bolar a melhor VW Parati dos últimos tempos.

A receita dessa vez, foi mais simples: a frente segue firme e forte com a cara dos irmãos Gol e Voyage. Lateralmente teremos o mesmo entre-eixos e linhas parecidas com o sedã. Na traseira contaremos com as maiores alterações. As lanternas são parecidas com as do Voyage, mas não deixa de fugir do design mundial da marca. A tampa é ampla e o para-choques mais baixo fecham as alterações.

E você? O que achou? Daria mais certo que a SpaceFox? Deixe seu comentário!

*Essas imagens tratam-se apenas de um estudo.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Digite seu comentário
Insira seu nome aqui