“Quem ama cuida”. Tratando-se de automóveis, a expressão popular é uma grande verdade. Ao fazer a limpeza rotineira no seu carro, talvez você queira limpar também o motor do mesmo, o que pode gerar dúvidas sobre como fazê-lo.

Antigamente era possível ter a visão e acesso a praticamente todas as partes do motor dos veículos, quando a mecânica era bem mais simples e a manutenção e limpeza era fácil de ser feita pelo próprio dono, o que o amante de automóveis adora fazer, por sinal.

Com o passar do tempo, a tecnologia trouxe maior desempenho e economia aos novos modelos, ao passo em que os motores passaram a ficar mais “lacrados”, dando poucas alternativas ao proprietário no contato com a máquina, a não ser na verificação dos níveis de fluidos ou a aferição do óleo.

Tratando da limpeza do motor, muita gente fica com o pé atrás por medo de talvez danificar algum componente importante, mas não gosta de abrir o capô e ver poeira acumulada no sistema. A alternativa para uma limpeza rápida e eficaz é você utilizar um simples pincel. Isso mesmo!

Um pincel de três polegadas é o suficiente para você conseguir eliminar poeiras superficiais do motor sem prejudicar nenhum equipamento eletrônico. Você não precisa remover a cobertura do filtro de ar, e consegue fazer a limpeza de fios, reservatórios e proteções plásticas da bateria e da correia dentada sem dificuldade, deixando o motor com bom aspecto e sem preocupação, lembrando de não deixar o veículo com a chave no contato e de não remover nenhum componente do motor.

Com um pincel menor, você também pode fazer a limpeza de áreas internas do seu carro, como as saídas de ar e console central.

No caso de modelos que possuem saídas de ar no formato de “grelha”, o pincel é uma boa opção para remover aquela sujeira que fica nas extremidades, que são difíceis de se limpar com uma flanela, por exemplo. Ações simples, mas que dão um bom resultado estético, o que deixa as máquinas ainda mais atraentes.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Digite seu comentário
Insira seu nome aqui